Busca

Gustavo Malheiros

Tecnologia | Lazer | Musica

Vem aí o Maré de Agilidade – de 18 a 25 de Maio

 

Maré de Agilidade

Maré de Agilidade
Edição Pantanal – de 18 a 25 de Maio

Para quem ainda não conhece, o Maré de Agilidade é um evento que acontece desde 2008 com edições realizadas em vários lugares do país. A nossa será a 9ª edição, carinhosamente batizada de Pantanal. O evento acontecerá de 18 a 25 de Maio na UNIDERP Anhanguera, blocos 6 e 7. A proposta da edição Pantanal é a realização de vários treinamentos com profissionais de renome no mercado nacional e um dia de palestras.

Um evento feito por e para comunidades, o Maré de Agilidade vem fomentando a “cultura” ágil pelo país, Sua primeira edição aconteceu em 2008, Brasília e desde então tem passado por outras cidades, como Salvador/BA, Fortaleza/CE, Belém/PA, Vitória/ES, Belo Horizonte/MG. Num total, mais de 20 palestrantes renomados ministraram palestras e mini-cursos para um público que já ultrapassa 1000 pessoas.

Para mais informações e inscrições acesse o site http://maredeagilidade.jera.com.br/.

Cursos

A inscrição em qualquer curso dá direito a uma camiseta e passe livre para o dia de palestras no sábado 21/05.

FAN4SCRUM – Paulo Vasconcellos – Finito

Para atacar diretamente a complexidade de desenvolver software, várias empresas estão apostando na figura do Analista de Negócios. Este profissional, atuando como uma ponte entre as áreas de negócio e TI, deve ajudar a definir soluções para problemas de negócios. O programa FAN (Formação de Analistas de Negócio) está completando quatro anos. Desde seu lançamento já foram treinados mais de 2400 profissionais de todo o Brasil. O FAN4SCRUM é uma versão especial do programa elaborada especialmente para o evento “Maré de Agilidade – Edição Pantanal”.

Data: 18, 19 e 20 de Maio – das 8:00 as 12:00 – Carga horária: 12 horas – Laboratório do Bloco 6 – Valor: R$ 300,00

Domain Driven Design – Felipe Rodrigues – Crafters

O Domain Driven Design sugere uma série de práticas e atitudes que possibilitam aproximar e criar um ponto de equilíbrio para que todos os envolvidos possam se comunicar de forma tranquila e sem barreiras através do foco de linguagem de negócio e expressividade de código. Neste cursos veremos quais são essas práticas e atitudes que compõe o o processo de Domain Driven Design com exemplos em Java, .NET e Ruby.

Data: 18, 19 e 20 de Maio – das 14:00 as 18:00 – Carga horária: 12 horas – Laboratório do Bloco 6 – Valor: R$ 300,00

Arquitetura e Design de Projetos Java – Paulo Silveira – Caelum

Em um curto curso de 16 horas, veremos diversas tecnicas de design, frameworks e escolhas arquiteturais para discutir vantagens e desvantagens de cada. Um curso para quem já conhece Java e que trocar suas experiências e poder medir melhor suas opções. Curtos códigos são apresentados, executados e modificados para ilustrar os diversos cenários.

Data: 23 e 24 de Maio – das 8:00 as 18:00 – Carga horária: 16 horas – Laboratório do Bloco 6 – Valor: R$ 350,00

Palestras

A inscrição no dia de palestras dá direito a uma camiseta do evento.

Data: 21 de Maio (sábado) – das 8:00 as 18:00 – Auditório do Bloco 7 – Valor: R$ 30,00 (para o dia)

Horário Descrição
09:00 – 09:50 Analista de Negócios no mundo Agile – Paulo Vasconcellos – Finito
10:00 – 10:50 Todo mundo nasce Ágil – Saulo Arruda – Jera
11:00 – 11:50 Construindo comprometimento através do Agile Coaching – Felipe Rodrigues – Crafters
14:00 – 14:50 Arquitetura Ágil em Java – Paulo Silveira – Caelum
15:00 – 15:50 TDD em .NET – Robson Castilho – DígithoBrasil
16:00 – 16:50 Manifesto 2.0 – Alê Gomes – SEA Tecnologia
17:00 Cofee Break e Encerramento

O Maré de Agilidade Pantanal conta com o apoio das empresas abaixo:

Realização

Conteúdo

Infra-estrutura

Apoio

Anúncios

FLISOL 2011 – Campo Grande

Flisol

Semana passada, mais precisamente no dia 09/04, estivemos (eu, Helio e Odenir) presente na abertura do evento FLISOL (Festival Latino-Americano de Instalação de Software Livre), edição Campo Grande, que ocorreu na Universidade Anhanguera (UNAES). Na oportunidade, esteve presente todos os grupos de usuários do Estado, como o JUG-MS, PHP-MS, Debian-MS, Guru-MS, Arduino-MS, Ginga-MS e PantaNet. Pudemos encontrar com varios amigos e cada representante de seus grupos puderam expor um pouco sobre o seu grupo. Achei bem interessante a iniciativa, onde mostra que cada vez mais está havendo uma interação entre os grupos locais, com possibilidades de outros eventos em conjunto. Aproveitei também e já fizemos uma divulgação do esperado Microsoft RoadShow em Campo Grande. Gostaria de agradecer ao pessoal da organização pelo convite e ao Jeferson Moreira (JeffMor) e Flavio Ricardo pela força. Veja as fotos no Pantanet:

http://static.ning.com/socialnetworkmain/widgets/photo/slideshowplayer/slideshowplayer.swf?v=201104152208
Veja mais fotos como esta em PantaNet

V Semana Acadêmica – FIPAR

V_Semana_AcadNesse final de semana (29/10), fizemos uma aventura diferente. Fomos levar a informação sobre as tecnologias Microsoft, para a galera do Curso de Sistemas de Informação da FIPAR em Paranaíba-MS. A cidade fica a 420 Km de Campo Grande e foi uma boa estirada. Foi uma verdadeira enxurrada de tecnologia, onde tentamos mostrar em 3 horas e meia, uma boa visão da amplitude das Tecnologias Microsoft e suas novidades. Desde a introdução da plataforma .NET, mostrando que é a base de todas as tecnologias atuais. Primeiro falamos das comunidades, da importância de participar como relacionamento e oportunidades profissionais. Depois falei um pouco do inicio da plataforma .NET e a evolução do Framework. Em seguida o Odenir Junior, mostrou as novidades do Visual Studio 2010. O Hélio Carrilho mostrou um pouco do SQL Server 2008 R2 e integração com Office 2010 e até um jogo (Missile Command) feito inteiro no Excel. Após um pequeno intervalo, mostrei um pouco do Silverlight e as oportunidades com Windows Phone. Pra finalizar o Hélio também fez uma apresentação descontraída de Realidade Aumentada e XNA. O legal foi poder mostrar que tudo isso pode ser feito com as ferramentas Express gratuítas da Microsoft e também que a faculdade e os alunos podem obter todos os softwares através do programa MSDNAA (Microsoft Academic Aliance).

Bom é isso, espero que o pessoal da FIPAR tenham gostado e possam deixar seu feedback por aqui. Gostaria de agradecer ao convite da Profª Katiane e de todos os professores e alunos que estiveram com agente por lá. O Luiz Carlos do ParadeDEZ fez a cobertura de todos os dias do evento.

Mais fotos no Album do Pantanet

101029_142013 IMG_5460
paradadez_42794 paradadez_42797
paradadez_42799 paradadez_42800
paradadez_42746 paradadez_42806

Semana de Agilidade do PantaNet

Como já havia falado no post anterior, tivemos na terça-feira passada (19/10), a presença de Giovanni Bassi e André Dias na nossa capital e organizamos o evento “PantaNet Mais Ágil” na UNIDERP, que foi um sucesso total com direito a gente sentado no chão, de pé, porém todos muito atentos com as excelentes palestras. E para completar a “Semana de Agilidade”, fizemos na quinta-feira(21/10) o primeiro “Coding Dojo do Pantanet” contando com a excelente infra-estrutura e apoio do SENAC-MS, sempre dando uma força para os grupos de usuários de nosso Estado. O Giovanni explicou o que é e como funciona o Dojo, os modelos que podem ser adotados, as regras, etc. Daí ele propôs dois temas para fazermos, o FIZZ BUZZ e o Jogo de Boliche. O primeiro bem mais simples, para todos entenderem como funciona e utilizando a linguagem C#. Depois no Boliche utilizamos uma nova linguagem chamada “Boo” apresentada pelo Giovanni  e que foi criada por um brasileiro(mais informações aqui). No final fizemos uma reunião de retrospectiva, onde se avalia o que foi bom ou ruim e quais ações podemos tomar para as próximas vezes. Com certeza teve muita coisa boa no quadro e entre as que se destacam foram, uma grande integração entre as pessoas e também de outras comunidades(Java, PHP, Ruby, etc ) e tecnicamente a grande vantagem é que força todos a utilizarem TDD na prática, voltado a testes antes da implementação. Acho que todos gostaram da iniciativa e já aguardam pelo próximo. No final, para completar a integração, um choppinho com a galera.

101019_193119
Giovanni Bassi
101019_211621
André Dias
101019_194956
Auditório lotado e atento
101019_194804
Pessoal da EasyNet
101019_194825
Hélio finalizando o Checkin
101019_234245
Fechando na Giuzeppe Pizzaria
IMG_5430
Iniciando Dojo no SENAC
IMG_5429
Preparando o Ambiente
IMG_5431 IMG_5438
IMG_5440 IMG_5432
IMG_5452
Reunião de Retrospectiva
IMG_5453
Mais integração com Chopp da Bhrama

Agradecimentos:

Ao Giovanni e André da Lambda3 por compartilhar conosco seus conhecimentos. Ao pessoal da Digitho Brasil pelo grande apoio na realização desses eventos. Ao Prof. Leonardo por ter cedido prontamente o auditório da UNIDERP, ao Samuel e Sérgio Odilon, pelo apoio e infra estrutura do SENAC, ao pessoal da Jera que esteve presente direto e na divulgação, pelo apoio e divulgação da EasyNet e BitSis.

Para saber mais:

Todas as Fotos no Pantanet

Blog do Helio Carrilho

Blog do Saulo Arruda

Blog do Giovanni

Evento PantaNet Mais Ágil

Olá Pessoal,

esta semana promete ser bem agitada pro PantaNet por conta da passagem do Giovanni Bassi e André Dias pela nossa capital Campo Grande. E nesta terça (19/10) teremos o evento “PantaNet Mais Ágil”, que será realizado na UNIDERP. Na quinta (21/10) também devemos fazer o primeiro “Coding Dojo do PantaNet”. Então fique ligado no site do PantaNet para não perder mais essa.

PantaNet no Community Zone

Olá Pessoal,

Neste último final de semana nos dias 26 e 27 de fevereiro, tivemos mais um Community Zone. Foi mais uma ótima oportunidade de reencontrar os amigos que fazem parte da comunidade Microsoft, além de poder conhecer pessoalmente os amigos que já vinha interagindo de forma virtual na rede. Como muitos já falaram bastante sobre o evento, vou colocar alguns links dos blogs dessa galera e algumas fotos nossa relevantes que marcaram essa edição, pelo fato que pela primeira vez, pude levar os parceiros Odenir Jr. e Helio Carrilho que mais ajudaram na participação do Grupo Pantanet no ano de 2009. Essa participação e integração com as pessoas mais influentes de comunidade não tem preço e tenho certeza que assim como eu, toda vez que volto desse evento, venho com gas total para as novas realizações do grupo Pantanet. É essa energia que ainda não deixou o grupo morrer, e agora, com mais pessoas ajudando, as realizações serão melhores ainda. Viemos cheio de novidades e conteúdo para repassar para o grupo, como os lançamentos dos novos produtos 2010, a Copa de Talentos Microsoft e o Road Show da Microsoft. Em breve vamos divulgar mais informações.

Veja aí algumas fotos da galera do Pantanet no Community Zone.

DSC06609 DSC06613 DSC06615
DSC06629 DSC06630 DSC06634
DSC06636 DSC06639 DSC06648
DSC06649 DSC06650 DSC06654
DSC06655 DSC06656 DSC06657
DSC06660 DSC06670 DSC02255
DSC02259 DSC04192 SNC00105

 

Essa é a foto oficial da Comunidade dos influenciadores Microsoft do Brasil (ainda falta muuita gente):

70058908

 

Aqui um momento de descontração do “Silverlight”

 

 

Para saber mais sobre o Community Zone, veja o que a galera postou nos blogs:

http://odenirjr.spaces.live.com/default.aspx

http://www.100loop.com/ivan-paulovich/archive/2010/02/25/community-zone-cobertura-ao-vivo.aspx

http://dotnetraptors.wordpress.com/2010/02/28/communityzone-fev2010/

http://blogs.msdn.com/jpclementi/archive/2010/02/28/community-zone-2010-5a-edi-o-foi-um-sucesso.aspx

Centralizaram as Fotos de todos no site Oficial do Community Zone

http://cid-be0ef31decea3bf4.skydrive.live.com/browse.aspx/2010%20-%20Microsoft%20-%20Community%20Zone

Abraços e até a próxima!

Community Zone 2009

Olá Pessoal,

em tempo de anúncio já do próximo Community Zone, gostaria de compartilhar com vocês uma compilação das partes de vídeo que fiz no último Community Zone em 2009. Aproveitando, uma pequena homenagem ao Luciano Palma, o cara que é a “cara” das comunidades Microsoft e sempre deu muita atenção a todos. Aqui aparecem várias pessoas da comunidade, e se você aparece aqui, deixe um comentário se identificando.

Já havia feito um post do Community Zone 2009 Aqui onde vocês podem ver algumas fotos também.

 

 

Todo o trabalho de integração foi feito pelos Doutores da Alegria

Abraços!!

Estratégia de Acesso a Dados para Silverlight

Muitas aplicações, principalmente as Aplicações de Negócios, precisam fazer bastante acesso a banco de dados. Em Aplicações Silverlight essa forma muda bastante em relação às aplicações Windows Forms e Aplicações Web. Isso é devido à estrutura do Silverlight, que roda sempre num browser e conseqüentemente desconectado do servidor remoto.

Existem 2 pontos que acho importante deixar esclarecido:

– O Silverlight não dá suporte ao ADO.net tradicional, portanto não é possível trabalhar com essas classes (DataSet, DataTable, DataReader, etc) no client. Dessa forma é de costume acessar dados na forma de lista ou coleções de objetos.

– Só se consegue acessar dados de forma assíncrona, ou seja, é como se a solicitação de uma consulta ou update no banco sempre fosse em duas etapas. Primeiro faz um envio do comando, depois faz uma consulta para pegar o resultado.

Desse modo, para se fazer acesso a dados, é interessante ter uma camada de serviços.

Antes de mostrar as diferentes formas de consumir dados com Silverlight, vamos falar um pouco do WCF (Windows Comunication Foundation). O WCF foi introduzido com o .NET 3.0 e hoje é a melhor opção para criar e consumir serviços para aplicações distribuídas na plataforma Microsoft. Ele substitui as tecnologias anteriores como ASMX, .NET Remoting, MSMQ, DCOM, etc. Antes você precisava conhecer cada uma dessas tecnologias para saber aplicar a melhor opção na sua aplicação distribuída. Com o WCF agora fica mais fácil pois está tudo unificado numa mesma tecnologia. Com ele é possível criar serviços ASMX Web Services, WCF Services e RESTfull services baseados em XML e JSON.

Existem várias formas de consumir dados com Silverlight e a mais comum é via Web Services. Vamos mostrar aqui algumas tecnologias relacionadas para isso:

o ASMX Web Services

· Baseada em SOAP, sem dúvida é a mais utilizada até hoje, como nos projetos da NF-e. Somente era possível criar este tipo até o .NET 2.0.

o WCF Web Services

· Baseados em SOAP

Você pode criar tanto serviços ASMX ou WCF baseados no protocolo SOAP. Isso significa que eles podem expor sua descrição através do WSDL (Web Services Description Language), ou seja, através dessa descrição você pode adicionar uma referência ao serviço no seu projeto. Para o Silverlight, no Visual Studio se usa um template apropriado “Silverlight-enabled WCF Service”. Veja alguns exemplos :

Rodrigo Kono: http://www.linhadecodigo.com.br/Artigo.aspx?id=2026

Clovis Coli Jr. : http://www.devgoias.net/artigo_ler.aspx?ID=56

· RESTful Services

Serviços REST (REpresentational State Transfer) são baseados em HTTP e podem ser criados facilmente com o WCF, onde se define alguns parâmetros, entre eles o formato de resposta, que pode ser XML ou JSON. Para consumir, você não pode adicionar uma referência no seu projeto porque esse tipo de serviço não expõe um contrato ou seu WSDL. É preciso fazer uso das classes WebClient e HttpWebRequest para comunicar com esses serviços. Uma vez que foi invocado o serviço no client Silverlight, você precisa consumir o resultado para apresentar ao usuário num controle (ex. datagrid). A melhor pedida neste caso é usar o LINQ to XML ou LINQ to JSON. Alguns exemplos de serviços desse tipo são do Amazon, Digg, Flickr e Twitter. Veja um pouco mais a fundo neste artigo do Israel Aece e depois veja também um exemplo de retorno em XML do Twitter:

clip_image002

o RSS – Syndication Feeds

Também pode ser considerado como Web Service, uma vez que vários sites na internet publicam seu conteúdo nos formatos RSS e Atom, disponíveis para serem consumidos com uma URI única que retorna dados em XML. Também podem ser invocados usando as classes WebClient e HttpWebRequest. O conteúdo pode ser lido e manipulado usando XmlReader, LINQ to XML ou a classe SyndicationFeed.

o ADO.Net Data Services

Também fornece Web Service no estilo RESTful, porém as vantagens são bem consideráveis se comparado com a forma tradicional, pois provê uma forma bem mais fácil de acesso, eliminando a necessidade de colocar uma URI HTTP e executá-la manualmente com WebClient e HttpWebRequest. É interessante que, se você possui na sua arquitetura um modelo de entidades (do Entity Framework por exemplo), ele pode ser exposto para o client através de URIs, usando a biblioteca System.DataServices.Client. Para entender melhor, veja esta série de artigos do Marcelo Paiva: ADO.Net Data Services – Parte 1Parte 2Parte 3Parte 4

o RIA Services

Este era o principal ponto onde gostaria de chegar, pois, atualmente é a mais nova e melhor opção de acesso a dados para Silverlight. Tanto o ADO.Net Data Services quanto o RIA Services, agora fazem parte da família WCF também e já estão disponíveis na versão beta do Visual Studio 2010, que será lançado em abril deste ano. O RIA Services é um conjunto de framework, ferramentas e serviços que foca na complexidade de construir aplicações em N-Camadas, tornando fácil de usar na camada de apresentação. Ele permite fazer um link entre as camadas de apresentação(client silverlight) e a camada do meio (mid tier) em ASP.net, como se fosse uma única solução através de geração automática de código no projeto da camada cliente. Além disso, provê outros recursos, como autenticação, validação e gerenciamento de propriedades. Veja na figura abaixo como ele atua na lógica da aplicação.

clip_image004

Fig.01 – Versão simplificada de uma aplicação N-Camadas. O RIA Services foca na caixa entre a View e a Data Access Layer (DAL)

Bom, mas isso é assunto que vou abordar mais afundo no próximo artigo .

Até a próxima!!

Vem ai a semana de Interoperabilidade

 
Eventos e Webcasts para a comunidade

Eventos e Webcasts para a comunidade
 
Vem ai a semana de Interoperabilidade
De 18 a 22 de janeiro acontecerá uma série de webcasts sobre Interoperabilidade.
Essas apresentações online abordarão as principais tecnologias de integração entre sistemas Microsoft e Open Source e explorará cenários reais de aplicação dessas tecnologias em ambientes heterogêneos.
Você conhecerá a fundo cada passo dos processos e ao final das apresentações poderá fazer perguntas aos palestrantes de cada um dos eventos. Entre eles estão os principais especialistas da comunidade técnica nos temas e profissionais da Microsoft Brasil.
Clique sobre o nome do evento para se inscrever! Não fique fora dessa!


MSDN – de 18 a 22 de janeiro, às 17h
. O Projeto Mono: Aplicaçõs .NET para sistemas não Windows
Palestrante: Alessandro Binhara
Quando: 18/01, às 17h

. Moonlight : Silverlight para sistemas não Windows
Palestrante: Alessandro Binhara
Quando: 19/01, às 17h

. Desenvolvimento de games multi-plataforma com .NET
Palestrante: Alessandro Binhara
Quando: 20/01, às 17h

. Desenvolvendo aplicativos ASP.NET para Linux
Palestrante: Alessandro Binhara
Quando: 21/01, às 17h

. Trabalhando com IronPython
Palestrante: Alessandro Binhara
Quando: 22/01, às 17h


TechNet – de 18 a 22 de janeiro, ao meio-dia
. Autenticando o Windows no OpenLDAP e Linux no Active Directory
Palestrantes: Fabio Hara, Luciano Kadoya, Fernando Oliveira e André Ruschel
Quando: dia 18/01, ao meio-dia

. Monitoramento de plataforma UNIX/Linux
Palestrantes: Rodrigo Dias, Ricardo Frois e Helio Panissa
Quando: dia 19/01, ao meio-dia

. Microsoft e Linux em um ambiente mais seguro
Palestrantes: Rodrigo Immaginario e Alberto Oliveira
Quando: dia 20/01, ao meio-dia

. Implantando BI estratégico a partir de bancos de dados OpenSource utilizando o SQL Server 2008
Palestrantes: Herleson Pontes e Luiz Pimenta
Quando: dia 21/01, ao meio-dia

. Como obter maior produtividade de aplicações PHP com o IIS 7.5
Palestrantes: Pablo Weyne e Igor Humberto
Quando: dia 22/01, ao meio-dia


 
Participe Galera, é uma ótima oportunidade.
Abraços.
 

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑